Huíla: Mais de dois mil jovens ganham primeiro emprego no sector hoteleiro

Comércio e hotelaria garantem emprego (Foto: José Krithinas)

Dois mil e 745 jovens ganharam, no primeiro semestre do ano em curso, o primeiro emprego em várias unidades da rede hoteleira e similares na província da Huíla, informou hoje (quinta-feira), o director provincial do Comércio, Hotelaria e Turismo, Fernando Calola.

Ao falar à Angop, no quadro do balanço das actividades realizadas no período em referência, sublinhou que do número divulgado mil 465 foram enquadrados em 951 unidades.

Informou sobre a entrada em funcionamento de novas pousadas, pensões, aldeamentos turísticos e restaurantes, como factores que pesaram na “balança”.

Fernando Calola acredita que com a conclusão, em 2017, de novas unidades hoteleiras, nomeadamente, Hotel Gouduane, Rodinea, Munkanka, Primor, Império e outras três do grupo AAA, mais de mil novos postos de trabalho devem ser criados.

O gestor aconselhou aos jovens a adquirirem formação prática no ramo hoteleiro, no sentido de beneficiar de cursos de especialização.

A rede hoteleira, turística e similar na Huíla tem 964 unidades, sendo dez hotéis, 16 pensões, 14 aldeamentos turísticos, 83 hospedarias, 20 centros turísticos, 23 agências de viagens, 113 restaurantes, 704 similares e 86 monumentos e sítios. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA