Huambo: TPA com novo modelo de gestão para contornar situação económica

PCA DA TPA, HELDÉR BÁRBER (Foto: EDILSON DOMINGOS)

O Conselho de Administração da Televisão Publica de Angola (TPA) está a implementar uma nova gestão nas diversas áreas deste órgão de comunicação social, para fazer face ao actual momento financeiro do país.

As novas medidas de gestão foram apresentadas pelo seu Presidente do Conselho de Administração, Hélder Bárber, ao dissertar o tema “ Gestão da TPA em tempos de crise”, durante o I Encontro Nacional sobre Produção de Conteúdos na TPA, com término marcado para hoje (sábado).

Da nova forma de gerência, informou o responsável, consta a reestruturação da área de conteúdos na sede e promoção do crescimento do mercado publicitário.

A implementação de um novo modelo de gestão comercial, exploração de fontes de receitas alternativas, redefinição do modelo regional de trabalho, exploração de sinergias com a Rádio Nacional de Angola e outros operadores na área das telecomunicações fazem igualmente parte das estratégias actuais de gerência.

No actual estado económico do país, acrescentou, é importante também haver maior rigor no planeamento das coberturas informativas e de produção no exterior, assim como no planeamento das tarefas executivas de equipamentos e meios, assim como identificar os projectos a desenvolver, avaliando a necessidade da duração dos prazos de conclusão.

De acordo com Hélder Bárber, estas medidas juntam-se a outras tomadas no âmbito da reestruturação da empresa e outras do plano estratégico 2006/2017, que preveem também a revisão da actual estrutura sectorial em função das necessidades e das obrigações fiscais da empresa e dos trabalhadores, bem como os contractos dos funcionários em vigor e avaliação da continuidade dos mesmos.

O PCA considerou necessário trabalhar com o Governo no sentido da renovação do actual modelo financiamento das actividades dos meios públicos de comunicação, da TPA em particular, para um bom funcionamento.

Deste modo, disse acreditar que as acções referenciadas e outras ajudarão a manter a estabilidade, paz social e a boa gestão da TPA.

Com duração de dois dias, o I Encontro Nacional sobre Produção de Conteúdos na Televisão Pública de Angola está a estudar questões como “Conteúdos institucionais na TPA”, “gestão da TPA em tempos de crise”, assim como a problemática da “Produção de conteúdos ao nível dos centros de produção e direcções províncias”. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA