Huambo: Ex-militantes da UNITA ingressam no MPLA

Huambo: Ex-militantes da Unita ingressam nas fileiras do MPLA (Foto: Edilson Domingos)

Um grupo de 446 ex-militantes da UNITA, residentes na Ombala de Chicunda, comuna de Hengue, 160 quilómetros a norte da cidade do Huambo, abandonaram sábado, esta formação partidária e decidiram ingressar nas fileiras do MPLA.

Durante um acto, orientado pelo primeiro secretário provincial do MPLA no Huambo, Kundi Paihama, foi lida uma mensagem dos dissidentes, onde afirmam terem abandonado aquele partido da oposição “por estarem cansados de mentiras e programas enviáveis”.

Por isso, confirmaram que a decisão foi tomada de forma individual e juraram fidelidade do partido que os acolhe, bem como prometeram cumprir os estatutos e os princípios que orientam a sua acção política e social, para a consolidação da paz e da democracia.

Fundamentaram ainda que o MPLA tem um programa de governação transparente e promove o diálogo entre dirigentes e militantes.

Na ocasião, o primeiro secretário provincial do MPLA no Huambo, Kundi Paihama, desejou boas vindas aos novos militantes no seio da “grande família MPLA”, apelando o respeito pelas diferenças político-partidárias para promoção do democracia e preservação da paz.

“Hoje estou muito feliz por receber mais uma vez novos militantes para as fileiras do nosso partido, quando faltam poucos dias para a realização do VII congresso”, asseverou.

Noutra parte do seu discurso, Kundi Paihama realçou que só com a paz se pode resolver os problemas da população e garantir a livre circulação de pessoas e bens.

Como exemplo, apontou o facto da Ombala Chicunda ter ganho hoje uma ponte e foi lançada a primeira pedra para a construção de um posto de saúde. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA