Huambo: Diagnosticados 147 doentes com malária no centro de saúde da Calima

Huambo: Enfermeira Diagnóstica Casos de Malária (Foto: Frank Beu)

Cento e 47 doentes com malária foram diagnosticados entre Janeiro e Junho deste ano no centro de saúde da comuna da Calima, 18 quilômetros a sul da cidade do Huambo, que em igual período anterior diagnosticou 95 doentes.

Em declarações à Angop nesta sexta-feira, o director da unidade sanitária, Joaquim Romeu Vidro, disse que o aumento da patologia resulta das más condições de saneamento básico.

Felizmente, informou, durante os seis meses em balanço a doença não causou qualquer óbito, fruto do empenho dos técnicos de enfermagem.

Além da malária, Joaquim Romeu Vidro fez saber que entre os meses de Janeiro e Junho deste ano o centro diagnosticou, também, 1462 casos de parasitoses intestinais, 834 doenças da pele e 87 doentes com hipertensão arterial.

Contudo, considerou as doenças respiratórias agudas, com 4935 casos, e as diarréicas agudas, com 1490 casos, como as mais frequentes no período em balanço.

Ainda no mesmo espaço de tempo, foram realizados no centro de saúde da comuna da Calima 22 partos, com um nado morto, e internados 250 doentes, mais 104 que nos seis meses anteriores.

Com duas enfermarias, sendo uma para homens e outra para mulheres, o centro de saúde possui 14 camas para internamento e presta serviços de medicina, pediatria, puericultura, planeamento familiar, aconselhamento e testagem voluntária, vacinação, cirurgia e obstetrícia.

Possui ainda áreas de pediatria, pequena cirurgia, salas de partos, laboratório, banco de urgência, farmácia, secções de vacinação, aconselhamento e testagem de VIH/ SIDA.

O seu funcionamento é assegurado por 41 profissionais, dos quais 10 administrativos, 27 enfermeiros e quatro técnicos de diagnóstico terapeuta. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA