Huambo: Alunos da Caála exortados a contribuir no resgate dos valores morais

Alunos na Palestra (Foto: Angop)

Os alunos do I e II ciclo do ensino secundário no município da Caála, província do Huambo, foram exortados hoje, sexta-feira, a contribuir no resgate dos valores morais e cívicos, para a promoção do bem-estar e na preservação dos elementos culturais.

A exortação veio da chefe de repartição dos assuntos Sociais da Administração Municipal da Caála, Emília Catarino, durante a dissertação de uma palestra sobre “Resgate dos valores morais”, inserida nos festejos dos 46 anos da ascensão da vila municipal da Caála à categoria de cidade, a assinalar-se no próximo dia 15.

Na ocasião, recomendou os alunos a pautar pelas normas sociais aprovadas pela sociedade, em conformidade com a legislação angolana e evitar as acções reprováveis, por forma aumentar os resultados académicos.

Emília Catarino apelou ainda à população estudantil a ter iniciativas empreendedoras e estar mais envolvida nos programas do Governo, assentes no combate ao desemprego e de incremento dos níveis de desenvolvimento económico e social.

Orientou ainda esta franja da sociedade no sentido de aderirem os cursos técnico-profissionais e administrativos, para facilmente criarem projectos empresariais e de fomento do auto-emprego.

“Não podemos esperar que o Governo empregue a todos. E preciso que cada um tenha iniciativas para contribuir com pequenos projectos na diversificação da economia nacional”, enfatizou.

Durante o evento, foram discutidos assuntos relacionados com a responsabilidade social, a harmonia e o valor do trabalho na comunidade.

A cidade da Caála foi fundada a 15 de Julho de 1970, pela portaria nº 17011, pelo então governador-geral de Angola, tenente-coronel, Camilo Augusto de Miranda Rebocho Vaz. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA