Governo brasileiro vai propor défice primário de 37,4 mil milhões de euros para 2017

(NEGOCIOS)

O governo interino do Brasil anunciou na quinta-feira que vai propor ao Congresso um défice primário de 139 mil milhões de reais (37,4 mil milhões de euros) para o próximo ano.

Em conferência de imprensa, o ministro da Fazenda (Finanças) brasileiro, Henrique Meirelles (na foto), explicou que a meta orçamental significa “uma redução substancial e um esforço enorme de contenção de despesas e de aumento de receitas”.

Para alcançar a meta, que consiste na diferença entre as receitas e os gastos, o ministro admitiu “outorgas”, “privatizações de empresas” e “concessões, seja na área de petróleo, sejam aeroportos, sejam em áreas diversas”.

O governante frisou que será necessária “uma redução de despesas muito importante”, com cortes diversos, apesar de medidas como o aumento obrigatório do défice da previdência. “Não descartamos aumentos pontuais de impostos”, respondeu o governante, referindo que a questão será decidida até ao final de Agosto, altura em que será definido o orçamento do Estado do próximo ano.

De acordo com Henrique Meirelles, sem receitas adicionais em 2017, o défice ficaria em 194 mil milhões de reais (52,2 mil milhões de euros).

Os números têm em conta uma projecção de 1,2% de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) no próximo ano.

“Estabelecemos uma trajectória de queda, realista e muito forte, que reverte uma tendência de crescimento real de despesas”, acrescentou, explicando que os cálculos foram feitos tendo em conta a retoma da confiança do mercado na capacidade económica do Brasil.

Se a nova proposta for aprovada, o resultado negativo ficará um pouco abaixo do défice de 170,5 mil milhões de reais (45,8 mil milhões de euros) esperado para este ano.

O titular da pasta da Fazenda afirmou ainda que “é extremamente provável que o país possa mostrar um superavit [resultado positivo entre as receitas e as despesas do governo] já no ano de 2019”. (Jornal de Negocios)

por Lusa

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA