Futebol/Taça: Sagrada Esperança nos quartos-final

Equipa do Sagrada Esperança da Lunda Norte (Foto: ANGOP)

A formação do Sagrada Esperança da Lunda Norte qualificou-se hoje (sábado) para os quartos de final da Taça de Angola em futebol ao derrotar nos oitavos de final o Progresso da Lunda Sul, por 4-3, na marcação de grandes penalidades, depois de um empate (1-1) no tempo regulamentar.

O confronto entre as duas equipas do leste do país, disputado no estádio municipal das Mangueiras e que teve uma lotação esgotada, foi marcado pelo domínio do Progresso da Lunda Sul na primeira parte.

O primeiro perigo aconteceu aos três minutos, quando Norberto rematou de primeira dentro da área e viu a bola beijar a trave da baliza de Carlitos e na recarga Herve Ndonga obrigou o guardião do Sagrada Esperança a uma defesa apertada.

O Sagrada Esperança reagiu no minuto 12, Guedes fora da área fez um remate forte, mas o guarda-redes Guilherme através de uma espetacular e difícil defesa, anulou aquele que seria o primeiro golo da partida.

Aos 23 minutos, o Progresso da Lunda Sul voltou a ameaçar a baliza de guilherme, quando Herve Ndonga insolado na grande área do guarda-redes Carlitos, rematou forte, mas sem a direcção certa, o que levou os adeptos ao delírio.

De tanta insistência, o Progresso da Lunda Sul marcou o primeiro golo da partida no minuto 35 por intermédio da defesa Budunha, que aproveitou bem o passe de Norberto na ala direita e este de cabeça inaugurou o placar.

Na etapa complementar, os donos da casa entraram mais confiantes e, acreditando mais na vitória, aos 60 minutos Agoya aproveitou uma jogada de contra-ataque, isolado, deixou-se bater pelo guarda-redes Carlitos.

Aos 72 minutos, Herve Ndonga cruza da direita para esquerda e Quinzinho bem posicionado faz um remate a queima-roupa mas Carlitos, atento, defende.

Aos 82 minutos Chara, numa jogada de Bugus, a entrada da área, remata forte com o pé direito e faz o golo de empate.

Após um empate (1-1), durante o tempo regulamentar, as duas equipas decidiram o jogo na marcação de grandes penalidades.

O Sagrada Esperança foi mais feliz, tendo marcado quatro por intermédio de Love, Capuco, Denis e Bugus, enquanto pelo Progresso da Lunda Sul apenas Rene, Budunha e Shileshi marcaram, ao contrário de Herve e Lopes que falharam. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA