França: Governo utiliza trunfo constitucional e aprova lei laboral polémica

(EURONEWS)

O primeiro-ministro francês, Manuel Valls, invocou poderes constitucionais especiais, na quarta-feira, para forçar a aprovação, na câmara baixa do Parlamento, da polémica lei laboral, apresentada pelo governo do presidente François Hollande.

Os protestos continuam. Os deputados da oposição têm, agora, 24 horas para fazer passar uma moção de censura ao governo, caso contrário o projecto de lei é considerado, definitivamente, aprovado.

A reforma laboral proposta visa facilitar a contratação e a demissão de trabalhadores.

A reforma laboral tem provocado vários protestos, em toda a França, nos últimos três meses. O país tem assistido a greves e manifestações de protesto, um pouco por todo o território. (AFP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA