EUA: Pelo menos 5 polícias mortos em Dallas durante protestos contra violência policial (vídeo)

(EURONEWS)

Pelo menos cinco agentes da polícia de Dallas foram mortos por atiradores furtivos e sete ficaram feridos, um dos quais com gravidade, durante protestos contra a morte de dois cidadãos negros. Os protestos, descritos pelas agências de notícias como pacíficos, foram interrompidos pelo ruído das armas em pleno centro de uma das mais importantes cidades texanas.

O tiroteio entre os agentes e os atiradores furtivos terá começado por volta das 20:45, hora local (03:45 em Lisboa e Luanda, 10:45 pelo horário de Brasília).

Agência Reuters diz que um dos agentes foi atingido pelas costas.

(EURONEWS)
(EURONEWS)

As agências de noticias falam em vários detidos relacionados com as mortes dos agentes. Um dos detidos estaria envolvido num tiroteio com a polícia, enquanto um segundo ter-se-ia entregado às autoridades sem que se saiba qual o seu papel no ataque. Outros suspeitos estariam a ser interrogados depois de intercetados quando abandonavam o centro de Dallas num veículo “de forma suspeita”, segundo as autoridades.

Entretanto, pacote suspeito foi encontrado perto do local das manifestações.

Este seria um dos maiores massacres de polícias em serviço na história dos Estados Unidos.

Cronoligia dos acontecimentos

Quinta-feira ao final da tarde – Milhares de pessoas participam em protestos contra a morte de dois cidadãos negros nas mãos de agentes da polícia nos estados de Minnesota e Louisiana.

Centenas de pessoas concentram-se no centro da cidade de Dallas, no Texas.

Ouviram-se os primeiros disparos quando a manifestação chegava ao fim, por volta das 20:45 locais.

Qual é a situação neste momento?

A polícia de Dallas informou que a zona se encontrava ainda sob proteção. Um atirador furtivo estaria em negociações com a polícia e poderia ter reféns consigo. (EURONEWS)

por António Oliveira e Silva | com REUTERS

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA