Emboscada de rebeldes maoístas mata 10 policiais na Índia

Manifestantes da Caxemira enfrentam policiais indianos em Srinagar em 10 de julho de 2016 (afp_tickers)

Dez membros de um comando paramilitar morreram em uma emboscada executada por rebeldes maoístas na região leste da Índia, anunciou a polícia nesta terça-feira.

Uma mina explodiu na segunda-feira à tarde na passagem do comboio, que realizava uma operação contra os rebeldes maoístas em uma área de florestas do distrito de Aurangabad, no estado de Bihar.

Ao menos três rebeldes morreram no tiroteio após a explosão, segundo a polícia.

“Dez de nossos homens morreram e cinco ficaram feridos na explosão”, afirmou uma fonte policial que pediu anonimato.

A polícia enviou reforços, mas os criminosos conseguiram fugir.

Milhares de policiais comandos paramilitares actuam no centro e leste da Índia para lutar contra os rebeldes armados.

Os maoístas afirmam lutar contra o poder central para obter trabalho, terra e mais direitos para as minorias tribais pobres. (AFP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA