Diplomata destaca vida e obra do Presidente Agostinho Neto

Presidente Agostinho Neto (DR)

A vida e obra do primeiro Presidente de Angola, António Agostinho Neto, deve servir de reflexão para os angolanos e para o mundo, porquanto foi um homem comprometido com o povo e debateu-se pelas liberdades.

Esta tese foi defendida pelo conselheiro político da Embaixada de Cuba em Angola, Héctor Ramirez Rodríguez, na sequência de uma visita efectuada hoje, sexta-feira, ao Memorial António Agostinho, em Luanda, no quadro do programa do 63º aniversário do assalto ao Quartel de Moncada, realizado pelo advogado cubano Fidel de Castro, a 26 de Julho de 1953.

Em declarações à Angop, o diplomata afirmou que Agostinho Neto foi um homem fiel à sua palavra e comprometido com o povo africano.

Referiu que a sua luta visava a libertação dos povos africanos e o desenvolvimento dos países deste continente.

Na sua intervenção, enalteceu também o Chefe de Estado angolano, José Eduardo dos Santos, porquanto de forma sábia e calma tem conseguido a paz e melhoria das condições de vida dos angolanos.

Por outro lado, considerou positiva a cooperação entre os dois países, tendo defendido a necessidade contínua do reforço dos acordos bilaterais existentes.

Para si, a amizade e solidariedade existente propiciou melhoria nas condições de vida dos dois povos.

Manifestou a sua satisfação pelos esforços do Governo angolano na reconstrução de infra-estruturas, destruídas durante o conflito armado.

Em Angola laboram mais de dois mil especialistas cubanos, nas áreas da saúde e da educação.

Membros da Embaixada de Angola em Cuba e do Governo Provincial de Luanda (GPL) participaram na visita. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA