Dia Mundial da População debate Gravidez e Casamentos precoces -11 de Julho

(Foto: Angop)

O Dia Mundial da População, que se assinala a 11 de Julho, será recordado em Luanda, com diversas manifestações.

Na Galeria dos Desportos a efeméride ganha relevância, logo pela manhã, 9.30h, com a leitura de uma mensagem da representante do Fundo das Nações Unidas para a População, Florbela Fernandes, e da Ministra da Família e Promoção da Mulher, Filomena Delgado, que em nome do Executivo, apresentará uma comunicação, que sublinha a importância de “investir hoje nas raparigas” para se “construir” em bases sólidas, o futuro, como recomendam as Nações Unidas.

O evento conta ainda com uma intervenção do ministro da Juventude e Desportos, Gonçalves Muandumba, que inaugura logo a seguir a Feira do Adolescente e Jovens,  onde estará exposta a criatividade juvenil, ao nível dos trabalhos manuais, brinquedos, artesanato e artes plásticas.

A cerimónia oficial terá como destaque a dissertação sobre o problema da gravidez e casamentos precoces que no nosso país é motivo de grande reflexão, sobretudo nas áreas rurais, onde segundo o Director Nacional para as Políticas da Juventude, Kikas Machado, em comunicação recente, apenas encontramos “velhos e adolescentes com filhos” ao colo.

Estatísticas da População no Mundo e em Angola

Em 2014 o mundo alcançou a cifra de 1.8 bilhões de jovens dos 10 a 24 anos de idade. A maior geração de jovens de que se tem memória.

Os jovens constituem a camada com maior e mais rápido crescimento proporcional da população em África. A população jovem é reconhecida como uma oportunidade para renovar o capital social e económico de África. Para a isso precisamos investir na educação, saúde e geração de oportunidades para os jovens.

O caso de Angola

No caso de Angola, os dados do Censo 2014, mostram que cerca de 60% da população tem menos de 25 anos de idade e destes, 30% têm entre 10 a 24 anos de idade.

Sobre o Dia Mundial da População (Dados FNUAP)

Em 1989, o Conselho de Administração do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento recomendou que o Dia 11 de Julho seja observado pela Comunidade Internacional como o Dia Mundial da População. Um dia para chamar a atenção para a urgência e importância das questões populacionais.

Nas zonas rurais africanas as adolescentes são vítimas das tradições culturais, sendo muitas vezes obrigadas a contrair matrimónio e a procriar de forma precoce, prejudicando o seu estado físico e a sua educação escolar e posterior inserção social.

Hoje, a necessidade de abordar essas questões é mais urgente do que nunca. A população mundial está a expandir-se rapidamente. E esta expansão tem sido acompanhada por grandes mudanças nas taxas de fertilidade,  crescente urbanização e aceleração da migração. Além disso, o mundo também enfrenta níveis sem precedentes de crises, e  causadas por conflitos, perseguições e catástrofes naturais, intensificadas pelas alterações climáticas. (Portal de Angola/FNUAP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA