Cuando Cubango: Manutenção da rede de distribuição é assegurada por técnicos angolanos

Moxico: Secretário de Estado da Energia (Foto: Luena)

O secretário de Estado da Energia, Joaquim Ventura, afirmou quarta-feira que a manutenção da central térmica e da rede de distribuição de energia eléctrica, em Menongue, está a ser assegurada por técnicos angolanos, pelo facto de depositarem confiança na mão-de-obra local.

Em declarações à imprensa no final de uma visita de constatação do grau de manutenção das instalações eléctricas que foram colocadas em 2013, no âmbito da melhoria dos serviços públicos à população, Joaquim Ventura realçou que o grau de operacionalidade é alto, uma vez que os cinco grupos geradores estão em funcionamento, sendo que dois recebem manutenção, tendo enaltecido o papel dos técnicos angolanos envolvidos.

“O grau de operacionalidade é elevado, ou seja estão de parabéns os técnicos angolanos que estão a proceder à manutenção da central e também a nível da rede de distribuição”, sublinhou.

O responsável manifestou a sua satisfação pelo empenho dos cidadãos nacionais, tendo explicado que trata-se de técnicos que foram formados no âmbito do próprio projecto, para fazer a operação e manutenção da central e da rede de distribuição e estão a fazer muito bem o seu trabalho.

Acrescentou que, tal facto, encoraja as autoridades governamentais a fazer novos investimentos, para que possam continuar a distribuir cada vez mais energia eléctrica à população.

A actual capacidade da central térmica de Menongue, que conta com sete grupos geradores, é de 8.5 megawatt.

Durante a tarde desta quarta-feira, para além de radiografar o actual grau de operacionalidade da central térmica e da rede de distribuição, o responsável visitou igualmente o local onde será instalada uma central térmica de 20MW, para melhorar os actuais níveis de fornecimento de energia eléctrica.

Nesta quinta-feira, o responsável e a sua comitiva deslocam-se ao município do Cuito Cuanavale, que dista a 189 quilómetros de Menongue, para igualmente avaliar o funcionamento das estruturas eléctricas instaladas naquela municipalidade. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA