Cerca de 134 crianças morrem por por dia no Estado nigeriano de Borno

Desnutrição é a causa num Estado que sofre os ataques do grupo terrorista Boko Haram. (AP)

Cerca de 250 mil crianças enfrentam desnutrição grave e correm o risco de morrer no Estado nigeriano de Borno, de acordo com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef).

O director regional daquela agência para a África Ocidental e Central, Manuel Fontaine, prevê a morte de “uma média de 134 crianças por dia” por causas relacionadas à desnutrição aguda, se a resposta não for rapidamente aumentada.

O Unicef diz q que a principal razão é a escalada da crise humanitária provocada pela presença de membros do grupo terrorista Boko Haram.

Em nota, o Unicef destaca que a dimensão da crise nutricional que afecta as crianças é mais evidente à medida que mais áreas no nordeste vão se tornando mais acessíveis à assistência humanitária.

O apelo aos parceiros é que estes “se juntem à resposta humanitária e que os doadores forneçam recursos urgentemente”.

Além das 244 mil crianças que este ano são vítimas da desnutrição aguda grave em Borno, cerca de 49 mil menores podem morrer se não forem tratados.

O número equivale a um em cada cinco menores. (VOA)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA