Cabo Verde quer presidente “determinado” para Comissão da UA

Jorge Carlos Fonseca, Presidente de Cabo Verde (facebook.com/Presidencia.cv)

Reunidos em Kigali, os chefes de Estado africanos não conseguiram consenso para a eleição do novo presidente da Comissão da União Africana. Na corrida estavam três candidatos, nenhum recolheu a maioria qualificada de dois terços dos votos. A eleição foi assim adiada para a próxima cimeira prevista para Addis Abeba.

Para Jorge Carlos Fonseca, presidente de Cabo Verde, o adiamento da eleição era inevitável e, ao microfone da RFI, explicou o que vai acontecer daqui até à nova cimeira. (RFI)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA