Cabo Verde exonera embaixadores na Europa, Estados Unidos e Angola

Ulisses Correia e Silva, novo primeiro ministro de Cabo Verde preocupado com a dívida pública do país. (DR)

O Presidente de Cabo Verde exonerou, sob proposta do Governo, os embaixadores em três países europeus (Portugal, França e Bélgica), Estados Unidos e Angola, apurou a PANA, quarta-feira, na cidade da Praia, de fonte oficial.

Os decretos presidenciais deste acto já foram publicados no Boletim Oficial, mas os embaixadores agora exonerados irão permanecer em funções até finais de Agosto próximo, quando serão anunciados os nomes dos substitutos de Madalena Neves (Portugal), Fátima Veiga (França), Jorge Borges (Bélgica e União Europeia), José Luís Rocha (Estados Unidos) e Francisco Veiga (Angola).

Com excepção de Madalena Neves, que está à frente da Embaixada de Cabo Verde na capital portuguesa, todos os chefes das missões diplomáticas agora substituídos são diplomatas de carreira.

Fátima Veiga, que assumiu a Embaixada de Cabo Verde em França em Abril 2014, já tinha sido antes embaixadora em Washington (Estados Unidos), enquanto Jorge Borges, antigo ministro das Relações Exteriores, foi nomeado, em Janeiro de 2015, embaixador de Cabo Verde na Bélgica.

Francisco Veiga que, desde 2010, chefiava a Embaixada de Cabo Verde no Senegal, foi nomeado, em Janeiro de 2014, embaixador em Luanda (Angola).

O Governo iniciou deste modo o processo de substituição dos embaixadores, tendo a imprensa cabo-verdiana apontado como substitutos dos exonerados os nomes do ex-primeiro-ministro Carlos Veiga (Estados Unidos), do advogado Eurico Monteiro (Portugal) e do deputado José Filomeno Monteiro (Bélgica).

Informações divulgadas nos últimos dias na imprensa falam ainda na possibilidade de o Governo do primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, vir a indigitar o presidente cessante da Câmara Municipal de Santa Catarina de Santiago, Francisco Tavares, para assumir a Embaixada de Cabo Verde no Senegal.

O também edil cessante Jorge Figueiredo é apontado para a Embaixada em Espanha e o seu colega da Câmara Municipal do Maio, Manuel Ribeiro, para a representação diplomática cabo-verdiana em São Tomé e Príncipe. (TPA)

Fonte: PANAPRESS/BA

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA