Cabinda: Comunidade são-tomense vota domingo para presidenciais do seu país

(DR)

A comunidade de São-tomense da província de Cabinda vai exercer o seu direito de voto para as presidenciais do seu país, que terão lugar este domingo naquela arquipélago, afirmou o presidente da comunidade, Paulino Pires.

Em breves declarações à Angop, Paulino Pires disse que são 85 cidadãos de São Tomé e Príncipe registado e que este domingo vão exercer o seu direito de cidadania e de escolha do novo presidente da república.

Salientou que o governo da província de Cabinda, no âmbito das boas relações existentes com a direcção da comunidade, indicou a Escola Saidy Mingas, centro da cidade, como local onde estará a única mesa de assembleia de voto, que estará aberta das 7H00 locais até as 18 horas.

“Temos todas as condições criadas e o apoio que o governo da província para que possamos realizar este acto sem sobressaltos”, disse.

Sublinhou que a direcção da comunidade comunicou entidades locais como a Policia Nacional, o Ministério do Interior e a direcção dos Registo para que acompanhem o exercício do direito de voto dos são-tomenses residentes em Cabinda.

Candidatam-se às presidenciais são-tomenses de domingo o actual Presidente, Manuel Pinto da Costa, como independente, Evaristo Carvalho, apoiado pela Acção Democrática Independente (ADI, no poder), Maria das Neves, apoiada pelo Movimento de Libertação de São Tomé e Príncipe – Partido Social-Democrata (MLSTP-PSD), o professor Manuel do Rosário e o economista Hélder Barros. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA