Brasil diz defender respeito às instituições após tentativa de golpe na Turquia

(Marcos Oliveira/Agência Senado)

O ministro das Relações Exteriores, José Serra, declarou nesta sexta-feira que o governo brasileiro defende o respeito às instituições, depois que militares da Turquia afirmaram ter tomado o poder no país.

“O governo brasileiro insta todas as partes a se absterem do recurso à violência e recorda a necessidade de pleno respeito às instituições e à ordem constitucional”, disse Serra, segundo comunicado divulgado pelo Itamaraty.

O ministro brasileiro da Cultura, Marcelo Calero, está na Turquia para a 40ª reunião do Comitê do Patrimônio Mundial da Unesco e aguarda no hotel os desdobramentos da tentativa de golpe militar no país, informou a pasta em comunicado.

De acordo com o Ministério da Cultura, a comitiva brasileira “está bem” e “em constante contato com o Ministério das Relações Exteriores, em Brasília”, além de contar com apoio do Consulado Geral do Brasil em Istambul.

Até o momento não há a confirmação do cancelamento da reunião, segundo a pasta.

O Ministério das Relações Exteriores informou que o governo brasileiro acompanha com atenção a situação na Turquia e “recomenda aos cidadãos brasileiros residentes ou de passagem por aquele país que tomem as medidas necessárias para garantir sua segurança até que a situação se normalize”.

Em comunicado, o Itamaraty acrescentou que a embaixada em Ancara e o consulado em Istambul estão atentos à situação dos brasileiros, inclusive aqueles que integram delegações oficiais em visita à Turquia.

Militares da Turquia disseram nesta sexta-feira que tomaram o poder, mas o governo eleito afirmou que a tentativa de golpe será controlada, em uma disputa em que foram ouvidas explosões e disparos contra o Parlamento em Ancara. (REUTERS)

por Marcela Ayres e Tatiana Ramil, em São Paulo

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA