Arménia: Oposicionistas feridos em confrontos com a polícia

Várias pessoas ficaram feridas em confrontos com a polícia em Erevan, a capital da Arménia, em frente à esquadra sob controlo, desde domingo, de um grupo armado ligado à oposição e onde várias pessoas foram feitas reféns.A polícia recorreu a gás lacrimogéneo depois dos manifestantes começarem a atirar pedras.A manifestação tinha com objetivo apoiar o grupo armado que exige a renúncia do presidente Serzh Sargsyan e a libertação de Jirair Sefilian, militar e ativista político detido em junho por posse ilegal de armas. Sefilian, líder da Frente de Salvação Popular da Nova Arménia, e seis dos seus correligionários foram detidos, no mês passados, acusados pelas autoridades de estarem a preparar-se para tomar o controlo de vários edifícios governamentais e instalações de telecomunicações em Erevan. (EURONEWS)

Várias pessoas ficaram feridas em confrontos com a polícia em Erevan, a capital da Arménia, em frente à esquadra sob controlo, desde domingo, de um grupo armado ligado à oposição e onde várias pessoas foram feitas reféns.

A polícia recorreu a gás lacrimogéneo depois dos manifestantes começarem a atirar pedras.

A manifestação tinha com objectivo apoiar o grupo armado que exige a renúncia do presidente Serzh Sargsyan e a libertação de Jirair Sefilian, militar e activista político detido em Junho por posse ilegal de armas.

Sefilian, líder da Frente de Salvação Popular da Nova Arménia, e seis dos seus correlegionários foram detidos, no mês passados, acusados pelas autoridades de estarem a preparar-se para tomar o controlo de vários edifícios governamentais e instalações de telecomunicações em Erevan. (EURONEWS)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA