Angola revê preço do petróleo em baixa

Angola revê preço do petróleo em baixa (REUTERS/Siphiwe Sibeko)

O governo angolano reviu em baixa o preço médio do barril de petróleo para dólares, contra 45 prevista até então no Orçamento geral do Estado. A crise económica que afecta o país fez também disparar os preços no país para níveis nunca antes vistos.

A economia de Angola continua a enfrentar uma grave crise financeira. A situação levou o executivo de José Eduardo dos Santos a rever em baixa a estimativa do preço médio do barril de petróleo de 2016 dos 45 dólares que constam no Orçamento Geral de Estado para 41 dólares.

Segundo o comunicado dos ministério das Finanças as venda do petróleo no primeiro semestre do ano cifraram-se em média nos 36 dólares. O executivo angolano mantém a perspectiva de produção petrolífera de 1,77 milhões de barris por dia.

Ainda de acordo com a nota do ministério das Finanças, o executivo reduziu a estimativa de crescimento da economia para este ano de 3,3% para 1,3%; A receita orçamental prevista de 24,4 mil milhões de dólares deve recuar para 18 mil milhões. Em consequência desta realidade o défice orçamental esperado de 5,5% do produto interno bruto aumenta para 6%.

A crise económica que afecta o país fez também disparar os preços. Na capital os preços dispararam 31,8% nos últimos 12 meses, até Junho, tendo quase triplicando as previsões do executivo, sobretudo nos sectores dos serviços, saúde e vestuário. (RFI)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA