Abertura dos mercados: Bolsas asiáticas em máximos de 2016. Euro e petróleo valorizam

(Bloomberg)

As bolsas europeias iniciaram a sessão desta quinta-feira em alta, já depois das valorizações registadas nos mercados asiáticos, com o índice de referência da Ásia a fechar no valor mais alto deste ano. Euro sobe face ao dólar à espera de Mario Draghi.

Os mercados em números

PSI-20 avança 0,13%

Stoxx 600 sobe 0,05%

Nikkei somou 0,72% para 16.802,08 pontos

“Yield” 10 anos de Portugal sobe 0,9 pontos base para 3,081%

Euro ganha 0,17% para 1,1034 dólares

Petróleo valoriza 0,51% para 47,41 dólares por barril em Londres

Bolsas asiáticas em máximos de 2016

O principal índice bolsista asiático, o MSCI Asia Pacific Index, superou o pico atingido em Abril para negociar no valor mais alto deste ano. Também o índice nipónico Topix avançou praticamente 0,5% na sessão já depois de o banco central japonês ter sinalizado disponibilidade para injectar mais 20 biliões de ienes na economia do Japão.

Também a animar as bolsas asiáticas estiveram algumas das cotadas norte-americanas cujos resultados trimestrais entretanto divulgados superaram as estimativas dos analistas. Também a condicionar a negociação nas bolsas asiáticas está a afirmação do banco central da Nova Zelândia que se referiu a um provável corte das taxas de juro no país.

Juros em queda

As taxas de juro exigidas pelos investidores para, no mercado secundário, adquirirem dívida pública portuguesa estão a subir em praticamente todas as maturidades. Na maturidade a 10 anos, a “yield” associada às obrigações de dívida lusa segue a crescer 0,9 pontos base para 3,081%.

Euro valoriza face ao dólar à espera de declarações de Draghi

O presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, vai falar esta quinta-feira, em Frankfurt, em conferência de imprensa, isto depois do encontro do conselho de governadores da autoridade monetária europeia. Segundo a agência Bloomberg, Draghi não deverá falar em políticas monetárias concretas de resposta aos efeitos decorrentes do Brexit, embora se espere que o dirigente europeu transalpino possa deixar algumas indicações sobre aquilo que o BCE poderá fazer para minimizar a incerteza provocada pelo processo negocial de saída do Reino Unido da União Europeia.

Petróleo soma em torno de 0,5%

Os preços do petróleo de petróleo estão em alta nos mercados internacionais, com o Brent do Mar do Norte, transaccionado em Londres e utilizado como valor de referências para as importações nacionais, a subir 0,51% para 47,41 dólares por barril. Também em Nova Iorque o West Texas Intermediate (WTI) segue a ganhar 0,37% para 45,92 dólares por barril. A matéria-prima segue em alta pelo segundo dia seguido já depois de dados oficiais do governo norte-americano terem mostrado que as reservas petrolíferas dos Estados Unidos recuaram pela nona semana consecutiva – um recorde.

Ouro com pequena subida

O ouro está a negociar com uma valorização muito ligeira de 0,05% 1.316,68 dólares por onça. No entanto o ouro para entrega imediata já chegou a recuar 0,4% para 1.310,85 dólares por onça, o nível mais baixo das últimas três semanas, o que se deve ao facto de os investidores estarem menos receosos face à evolução da economia global numa altura em que os bancos centrais sinalizam a intenção de reforçar as políticas monetárias de ajuda ao crescimento económico.

Destaques do dia
Deutsche Bank paga produto da PT com perdas até 80%. O Deutsche Bank vai reembolsar antecipadamente a 3 de Agosto um produto estruturado com dívida da antiga PT. Segundo as regras deste instrumento, os investidores receberão o equivalente ao valor de mercado dos títulos. Arriscam perdas de 80%.

Bancos tentam acordo sobre valor dos títulos da PT. Associação Internacional de Swaps e Derivados faz leilão que servirá de guia para o valor a recuperar pelo retalho.

Dívida com juros negativos rende 290 mil euros a Portugal. O Estado conseguiu juros negativos em quatro operações, este ano. Os investidores aceitaram pagar 290 mil euros nestas operações.

Corte de “rating” atira moeda turca para mínimo histórico. O valor da moeda da Turquia atingiu patamares mínimos depois de a agência de notação S&P ter cortado para “lixo” os ratings associados à dívida denominada em moeda local e estrangeira.

Cenário de liquidação pressiona venda do Novo Banco. Ao colocar em cima da mesa a liquidação do Novo Banco – hipótese limite prevista na lei – o Governo coloca pressão sobre a operação de venda. Banco de Portugal tenta concluir processo este ano.

O que vai acontecer hoje

BCE

Reunião de política monetária.

Estados Unidos

Pedidos de subsídio de desemprego, na semana passada [anterior: 254 mil ; estimativa: 270 mil].

INE

Taxas de Juro Implícitas no Crédito à Habitação, relativas a Junho.

Moody’s

Resultados do primeiro semestre do ano. (Jornal de Negocios)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA