(Foto: D.R.)

A General Electric Angola assinou recentemente um memorando de entendimento com o governo angolano com vista à modernização e expansão dos Caminhos de Ferro de Benguela, com o fornecimento, de forma faseada, de 100 novas locomotivas, informou esta segunda-feira, o presidente do seu conselho de administração David Viela.

De acordo com o responsável do grupo em Angola, a assinatura deste memorando foi um marco histórico da GE na área de transporte ferroviário, que inclui a modernização e expansão da frota de locomotivas existentes em Angola bem como a renovação de oito locomotivas antigas da frota do CFB.

David Viela não adiantou os montantes envolvidos na operação, informando contudo que as mesmas estão a ser fabricadas nos Estados Unidos da América e que as primeiras locomotivas chegam ao nosso país nos próximos meses do ano em curso.

A General Electric, também conhecida por GE, é uma multinacional americana fundada em 1878. Entretanto, 130 anos depois de ter sido fundada, a GE ainda continua a ser uma empresa importante, graças às suas inovações e as inúmeras patentes. “Nós trabalhamos para cuidar da saúde, desenvolver a energia, construir e mover vários países, incluindo Angola”, disse Viela.

A empresa está presente em mais de 120 países e emprega mais de 300 mil colaboradores. Possui uma ampla gama de produtos e serviços.

A GE, que opera em Angola desde 1967, emprega hoje mais de 500 pessoas, em negócios que abrangem todos os sectores-chave, incluindo petróleo e gás, energia e água, transporte ferroviário, conexões de energia e cuidados de saúde.

Gás de petróleo

A GE Oil & Gás Angola Limitada continua a investir em infra- estruturas, como a instalação da fábrica do Soyo e do centro de manutenção e serviços em Cabinda, que vai assistir submarinos e fazer o controlo de pressão de equipamentos para a indústria de petróleo e gás em Angola.

Em Luanda, está localizada na Base Sonils, na estação Central de Atendimento primário para projectos offshore de águas profundas em Angola e no Congo.

Numa expansão recente, adicionou a montagem da árvore submarina, cuja área externa pode suportar 100 toneladas de carga bem como o recondicionamento de turbinas a gás da GE.

Principais recursos

Na actividade da multinacional norte-amerciana destaca-se a montagem e testes da árvore ‘Subsea’, a revisão de turbinas a gás, a instalação de campo offshore e suporte onshore, o aluguer de manutenção e certificação de ferramentas, a inspecção, recertificação dos conectores H4 e ‘risers’ de perfuração, bem como a manutenção e armazenamento de equipamentos de propriedade do cliente.

GE petróleo e Gás

No que toca à geração de energia, a GE e o Governo de Angola, representado pelo Ministério da Energia e Águas, assinaram um memorando de entendimento para atingir como alvo, até 2017, a geração de energia eléctrica com uma capacidade de 2000 MW. Além disso, a GE irá apoiar o novo centro de formação de Energia no Soyo com prestação de serviços técnicos.

Treinamento

No sector da saúde, a GE fornece liderança de pensamento na implementação e modernização de infraestruturas públicas, tendo também efectuado recentemente, em parceria com a USAID e MOH, uma intervenção cujo montante ascendeu a USD 10 milhões. (opais)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA