Venezuela: validadas assinaturas que permitem referendo contra Maduro

Nicolas Maduro (Reuters)

São quase dois milhões de assinaturas apresentadas pela oposição a pedir a realização de um referendo revogatório do mandato do presidente.

As autoridades eleitorais venezuelanas confirmaram terça-feira a maioria das 1,8 milhão de assinaturas apresentadas pela oposição a pedir a realização de um referendo revogatório do mandato do Presidente, Nicolás Maduro.

O referendo é o primeiro passo de um longo processo que pode levar a realização de novas eleições no país.

A Mesa da Unidade Democrática (MUD), grupo que faz oposição a Maduro, reuniu-se com o Conselho Nacional Eleitoral (CNE) e anunciou a validação de 1,3 milhões de assinaturas.

Protestos e assaltos a estabelecimentos comerciais em várias cidades venezuelanas ocorreram nos últimos dias, protagonizados por pessoas que procuram alimentos, desaparecidos das prateleiras, em contexto de escassez e falta de abastecimentos que afeta o país.

Os protestos ocorreram nos Estados de Monagas, no leste da Venezuela, Trujillo, Lara e Táchira, no oeste, Guárico e Miranda, no centro, Anzoátegui, no nordeste e Nueva Esparta, no norte, relatou a imprensa local.

Segundo estas informações, os vários grupos de pessoas, em alguns casos, reclamavam a venda de alimentos, enquanto em outros assaltavam mesmo camiões que transportavam alimentos. (TVI24)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA