Venda de divisas aumenta 309 porcento na última semana

Edifício do BNA - Luanda (Foto: Angop)

O Banco Nacional de Angola (BNA) vendeu, de 20 a 24 deste mês, divisas no valor de USD 256,1 milhões (EUR 229,2 milhões), correspondendo a um aumento de 309 porcento em relação à semana anterior em que foram vendidas divisas no valor de USD 62,6 milhões (EUR 56 milhões).

A venda de divisas da última semana, que registou um aumento assinalável, destinou-se para as seguintes operações, EUR 17,9 milhões em leilão de preço para cobertura de necessidades das empresas prestadoras de serviço ao sector petrolífero, EUR 17,6 milhões para a cobertura de operações específicas do Sector Petrolífero e EUR 64,1 milhões para a cobertura de operações do sector da indústria.

Pelo menos 8,3 milhões de euros foram destinados à cobertura de operações do Sector Agrícola, 3 milhões para a cobertura operações da Saúde, EUR 27,1 milhões para a cobertura de operações do Estado, EUR 17,9 milhões para a cobertura de operações das Companhias Aéreas, EUR 22,4 milhões para a cobertura de operações de viagens e ajuda familiar, EUR 17,9 milhões para a cobertura de operações de Cartões de Crédito, EUR 4,1 milhões para a cobertura de operações das Seguradoras.

De acordo com a informação disponibilizada no site do Banco Central, a taxa de câmbio média de referência de venda do Dólar Americano do mercado cambial primário, apurada ao final da semana foi de USD=AKz 166,711, enquanto a taxa de câmbio média de referência de venda do EURO do mercado cambial primário, apurada ao final da semana foi de EUR=AKz 186,265.

Para a gestão corrente do Tesouro Nacional, o BNA, enquanto operador do Estado, colocou no mercado primário Títulos do Tesouro no valor de AKz 55,9 mil milhões, sendo AKz 36,6 mil milhões em Bilhetes do Tesouro (BT) e AKz 19,3 mil milhões em Obrigações do Tesouro (OT).

As OT emitidas foram nas maturidades de 2, 3 e 5 anos e as taxas de juro nominais, respectivas, de 7,00% 7,25% e 7,75% ao ano.

As taxas de juro médias apuradas para os BT nas maturidades de 91, 182 e 364 dias com variação de 0,05pp, 0,03pp e -0,01pp face à semana anterior, tendo-se situado em 14,27%aa para 91 dias, 16,91%aa para 182 dias, 18,39%aa para 364 dias.

No segmento de venda directa de títulos ao público foi colocado o montante de AKz 2,2 mil milhões, sendo AKz 1,1 milhões em BT nas maturidades de 91, 182 e 364 dias e AKz 1,1 mil milhões em OTMN/TXC na maturidade de 2, 3 e 5 anos.

Para efeitos de regulação monetária, o Banco Central realizou operações de mercado aberto (OMA) no montante de AKz 8,7 mil milhões, nas maturidades de 28 e 63 dias.

No mercado interbancário, os bancos comerciais realizaram entre si operações de cedência de liquidez sem garantia de títulos, no montante acumulado de AKz 6,2 mil milhões, em distintas maturidades.

O volume médio diário de transacções foi AKz 2,1 mil milhões, inferior em cerca de 28,78% ao da semana anterior.

A LUIBOR overnight (1 dia), apurada no último dia da semana, com base nas cedências de liquidez acima referidas, situou-se em 13,92%aa, sem variação de face à semana anterior.

A LUIBOR para as maturidades de 30, 90, 180, 270 e 360 dias situou-se em 13,66%, 15,72%, 16,66%, 17,22% e 17,72%, ao ano respectivamente, registando variações em todas as maturidades, entre -0,01pp e 0,19pp, face à semana anterior. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA