Secretário de Estado da Cultura aconselha estudantes a criar espírito investigativo

Cornélio Caley , Sec. de Estado da Cultura (Foto: Francisco Miúdo)

O secretário de Estado da Cultura, Cornélio Caley, aconselhou nesta quinta-feira, em Luanda, os estudantes do Instituto Superior de Ciências da Comunicação a criar espírito investigativo dos acontecimentos não reportados para que constem do acervo museológico.

Cornélio Caley deixou este conselho durante uma palestra sobre “O papel dos Arquivos na Harmonização dos Povos” no Instituto Superior de Ciências da Educação, promovido pelo Ministério da Cultura, no âmbito do Dia Internacional dos Arquivos.

Segundo o responsável, a ciência é que forja o caminho do país e posteriormente a política e o cidadão constituí a porção firme da intelectualidade.

Considerou os estudantes alicerces e trincheiras da preservação da cultural nacional.

Por sua vez, a directora do Arquivo Nacional de Angola, Alexandra Aparício, referiu que os arquivos contribuem para a melhoria dos conhecimentos e facilita o conhecimento das pessoas sobre o passado.

Alexandra Aparício disse que o arquivo é fonte de pesquisa para todos os ramos administrativos que auxiliam o administrador na tomada de decisões.

Já o director do Instituto Superior de Ciências da Comunicação, Albino Carlos, disse que o arquivo desempenha o papel de salvaguarda da identidade e da existência dos povos. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA