Sanza Pombo produz 2000 toneladas de arroz

(Foto: D.R.)

Este ano, o projecto Sanza Pombo produziu, na primeira safra, 2.000 toneladas de arroz agulha, apesar da escassez de fertilizantes. O projecto inclui uma unidade de descasque e embalamento e quatro silos.

Duas mil toneladas de arroz agulha foram colhidas durante a primeira safra numa área de 600 hectares no projecto agrícola Sanza Pombo, instalado no município com o mesmo nome, na província do Uíge, nos meses de Março, Abril e Maio do ano em curso (2016), informou esta segunda- feira, o director do projecto, São Paulo.

De acordo com o engenheiro agrónomo, o projecto envolve uma área de 9433 hectares terras aráveis, estando nesta altura apenas a ser explorados 600 hectares para o cultivo de arroz, e que permitiu a colheita de 4,5 toneladas de arroz por hectare, perfazendo um total de 2.000 toneladas de arroz agulha colhidos durante a primeira safra.

Durante o período referido (ano agrícola 2016 a 2017), registou-se ainda uma perda de 700 toneladas de arroz em consequência da má preparação dos solos, tendo em conta a escassez de fertilizantes e outros ‘inputs’ agrícolas. Mas, mesmo assim, foram alcançados resultados que já são considerados animadores, “e que nunca antes foram registados a nível do país”, acentuou o director do projecto.

Actualmente decorrem os trabalhos de conclusão da fábrica de secagem e embalamento de arroz, com capacidade para transformar diariamente 50 toneladas. O arroz será embalado em sacos de 25, 50 e 100 quilos, respectivamente e, num curto espaço de tempo, será comercializado no mercado nacional.

Paralelamente à fábrica descasque e embalamento, esta igualmente em fase terminal, decorre a montagem dos quatro silos (reservatórios de cereais), tendo dois deles capacidades para 1300 toneladas de arroz. Dos outros dois, um receberá 500 toneladas e outro 300, numa obra a cargo da empreiteira chinesa Citic Construcion. Dos dois silos com capacidade para 1300 toneladas um já se encontra cheio de arroz não tratado e outro encontra- se meio cheio.

Uíge agrícola

venderO município do Sanza Pombo é um dos 16 municípios que integra a província do Uíge, cuja capital tem o mesmo nome e onde actualmente estão a ser desenvolvidos vários projectos agrícolas, com especial destaque para a parceria pública-privada entre as afirmas Gesterra S.A, do Governo angolano, e a Citic Construction chinesa, virada para o cultivo de arroz e a criação de gado bovino. A província, situada no extremo norte do país, conta com 16 municípios: Alto Cauale, Ambuíla, Bembe, Buengas, Bungo, Damba, Macocola, Mucaba, Negage, Puri e Quimbele, Quitexe, Sanza Pombo, Songo, Uíge Maquela do Zombo, com uma área de 58 698 km² e cerca de um milhão e 400 mil habitantes. (opais)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA