Quinze mortos em bombardeamentos do regime contra a cidade síria de Aleppo

(AFP)

Ao menos 15 civis morreram e dezenas ficaram feridos nesta quarta-feira em bombardeamentos do regime sírio contra bairros controlados pelos rebeldes na cidade de Aleppo, norte do país, anunciou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

Fontes dos serviços de resgate citaram 20 mortes.

O bairro de Shaar foi alvo de barris de explosivos lançados a partir de aviões. Dois deles caíram em uma estrada, a 15 metros do hospital Al-Bayan, cuja fachada sofreu danos, segundo um correspondente da AFP.

O OSDH teme o aumento do balanço de vítimas nas próximas horas.

De acordo com a ONG, das 15 vítimas fatais, 10 morreram na queda do barril de explosivos perto do hospital de Shaar.

A ONU e as organizações de defesa dos direitos humanos denunciaram em várias oportunidades o uso de barris de explosivos, uma arma que mata indiscriminadamente.

A cidade de Aleppo está dividida desde 2012: os bairros do leste sob controle dos rebeldes e os bairros da zona oeste nas mãos do regime.

As zonas rebeldes, onde vivem quase 200.000 pessoas, estão cercadas. (AFP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA