Proposta de Isabel dos Santos não evitou fecho da BHS

(Foto: D.R.)

Isabel dos Santos chegou a ser apontada como estando interessada na cadeia de retalho britânico. As propostas recebidas não foram suficientes para salvar o grupo fundado em 1928, levando 11 mil trabalhadores para o desemprego.

A retalhista britânica BHS – British Home Stores vai fechar, levando 11 mil trabalhadores para o desemprego.

Depois de uma longa batalha para salvar a empresa, os administradores concluíram que não existiam ofertas capazes de relançar o negócio. Os trabalhadores já foram avisados deste cenário.

As 163 lojas no Reino Unido deverão fechar portas nas próximas semanas, aquando da ruptura de “stock”.

A empresária angolana Isabel dos Santos foi um dos nomes avançados  entre os interessados na cadeia fundada em 1928, como avançou a Sky News. A BHS dedica-se à venda de roupa, utensílios domésticos e electrónica.

Este é o maior colapso no retalho britânico desde o fecho da Woolworths em 2008.

A BHS encontrava-se sob administração judicial desde o passado mês de Abril, com um défice de 571 milhões de libras (737 milhões de euros) no seu fundo de pensões. (jornaldenegocios)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA