Presidente do MPLA recomenda mais apoios à OMA e JMPLA

primeiro secretário do MPLA no Moxico, João Ernesto dos Santos (Foto: Francisco Miúdo)

O Presidente do MPLA, José Eduardo dos Santos, recomendou ao comité provincial do partido no Moxico, para apoiar mais as iniciativas da organização juvenil e feminina, respectivamente, a OMA e JMPLA, face aos futuros compromissos.

A informação é do primeiro secretário provincial, João Ernesto do Santos “Liberdade”, passada à imprensa hoje, quinta-feira, no Luena, referindo que a recomendação foi baixada durante a reunião que o Presidente do MPLA manteve quarta-feira com membros do comité local, no quadro da sua visita ao Moxico.

Afirmou que o MPLA no Moxico está determinado a manter-se na principal praça eleitoral, em todas suas batalhas eleitorais, pelo que está a se fazer um trabalho para consolidar-se e responder as orientações do líder, José Eduardo Santos.

“Reunimos quarta-feira, no Luena, com o nosso líder e ficou bastante satisfeito com as acções que realizamos no mandato findo, e recomendou a envidarmos esforços que permitam ao partido continuar a crescer e a apoiarmos as iniciativas da OMA e da JMPLA, no crescimento das suas estruturas sociais”, revelou.

Reafirmou o aumento de novos militantes para o partido e o alargamento da base social constam entre as prioridades do Comité Provincial do MPLA no Moxico, para os próximos cinco anos, privilegiando contactos permanentes com as organizações de base do partido e com os núcleos da juventude.

Informou ainda que a organização feminina do partido, OMA, em cooperação com as comunidades que se revêem nos estatutos e programas do MPLA, trabalham no meio rural, para conquistarem novos jovens com sugestões e ideias que ajudam a contribuir no desenvolvimento social do país.

O primeiro secretário manifestou-se satisfeito com os elogios feito pelo Presidente do partido, José Eduardo dos Santos, sobre a gestão eficiente que faz dos poucos recursos postos a sua disposição, que, apesar da crise económica, mantém as acções no ramo social e económico na província. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA