Portugal tem onze com dupla nacionalidade

Seleção treinou sexta-feira na Cidade do Futebol, em Oeiras, com 21 jogadores (Foto: D.R.)

Entre os 552 jogadores convocados, 127 (23%) têm dupla nacionalidade.

Entre os 552 jogadores convocados para as 24 seleções no Euro, 127 (23%) têm dupla nacionalidade. Apenas a Islândia e a Ucrânia têm um plantel em que todos os jogadores têm apenas aquela nacionalidade. França e Suíça estão no pólo oposto (cada uma com 14 homens com dupla nacionalidade).

Já Portugal consegue completar uma equipa de 11 jogadores com dupla nacionalidade, ficando em terceiro lugar entre as 24 seleções. Há mesmo escolhas para quase todas as posições em campo. A saber: Anthony Lopes (França); Pepe (Brasil); Bruno Alves (Brasil); Raphael Guerreiro (França); Cédric Soares (Alemanha); William Carvalho (Angola); Danilo (Guiné-Bissau); Adrien (França); e Renato Sanches, Nani e Eliseu (Cabo Verde).

A Albânia tem também 11 jogadores com dupla nacionalidade, oito deles com passaporte suíço. Há ainda seleções com dados curiosos. Nove dos 23 do País de Gales têm dupla nacionalidade, em todos os casos inglesa. Também nove dos jogadores da República da Irlanda têm filiação num outro país, mas também todos na Grã-Bretanha (Irlanda do Norte, Escócia e Inglaterra). (cmjornal)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA