Pesquisa da National Geographic contribui para a história da biodiversidade do país

Secretário de Estado para o Ambiente - Sianga Abílio (Foto: F Miudo)

O trabalho de pesquisa à fauna e flora selvagem angolana, realizado pela equipa da National Geographic, na zona do projecto Okavango-Zambeze é um marco importante para a história da biodiversidade do país, afirmou sábado, em Luanda, o secretário de Estado para o Ambiente, Sianga Abílio.

De acordo com o responsável, que falava durante a cerimónia de apresentação de um filme sobre a biodiversidade, produzido por especialistas da National Geographic, a importância do projecto reside também pela descoberta de novas espécies na referida região.

O secretário de Estado destacou igualmente o empenho do Governo na busca pela descoberta da vida selvagem e sua preservação, de modo a gerar equilíbrio e um ambiente sadio na continuidade das espécies.

Advogou que no quadro dos compromissos assumidos internacionalmente, o país busca à descoberta de novas espécies, a recuperação dos parques nacionais e reservas naturais.

Sianga Abílio defendeu a promoção do eco-turismo no quadro da diversificação da economia e criação de novos postos de trabalho, de modo a gerar progresso sustentável para as gerações vindouras. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA