PAICV quer demissão da ministra Eunice Silva

Cidade de Mindelo. (RFI/Carol Valade)

A comissão política do PAICV em São Vicente pediu a demissão da ministra das Infra-estruturas, Eunice Silva. O pedido surge na sequência de declarações da governante sobre o ritmo de crescimento da ilha.

A comissão política do PAICV em São Vicente quer o afastamento da ministra das Infra-estruturas, Ordenamento do Território e Habitação Eunice Silva. Alcides Graça, presidente da comissão política do partido em São Vicente, afirmou que Eunice Silva tem “uma visão deturpada do desenvolvimento de uma parte importante do país”.

“Um governante que tem uma visão deturpada sobre o desenvolvimento de uma parte importante do país não tem condições para continuar a governar Cabo Verde, pelo que pedimos que a senhora ministra seja afastada imediatamente da equipa governativa”, declarou Alcides Graça.

O primeiro-ministro e presidente do MPD, Ulisses Correia e Silva, desvalorizou o pedido e sublinhou que vão ser feitos investimentos nas infraestruturas “para que São Vicente seja um ponto de referência importante em Cabo Verde”.

“Evidentemente quem está a lançar esta onda dando a ideia de que não se vai fazer investimentos em São Vicente é porque está interessado em criar este ambiente para efeitos político-partidários e eleitoralistas. Sabemos que temos eleições autárquicas aqui à porta. Nós sempre dissemos e reafirmámos o nosso forte compromisso com o desenvolvimento das ilhas e São Vicente não será excepção”, declarou Ulisses Correia e Silva, esta terça-feira, à margem da cerimónia de lançamento da empresa Águas de Santiago.

Em causa, as declarações da ministra, na semana passada, sobre os planos para diversificar o investimento público em infra-estruturas, dividindo os recursos disponíveis por todas as ilhas do arquipélago e alertando para a expansão acelerada de São Vicente. (RFI)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA