Pai de Reeva Steenkamp quer que Oscar Pistorius pague pelo homicídio da filha

(EURONEWS)

O pai de Reeva Steenkamp, antiga namorada do atleta sul-africano, acredita que uma discussão terá levado ao crime.

Sem conseguir conter as lágrimas, no primeiro testemunho em tribunal, Steenkamp, de 73 anos, deixou claro que não há dor maior do que a morte de um filho.

“Penso nela todo o tempo. As pessoas dizem que demora um ano, dois, três até começarmos a sentir-nos melhor. Mas todos os dias da minha vida são iguais”, declarou o pai da vítima durante a audiência para determinação da pena, no tribunal de Pretória.

Reeva Steenkamp foi morta com quatro tiros pelo namorado na noite de 13 para 14 de fevereiro de 2013.

O atleta paralímpico afirmou pensar estar a disparar contra um assaltante. A premeditação do ato nunca foi apurada.

Oscar Pistorius, de 29 anos, enfrenta um mínimo de 15 anos de prisão por homicídio. A pena deverá ser determinada até sexta-feira. (EURONEWS)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA