Obama declara apoio a Hillary Clinton para presidência dos EUA

(DW)

Horas após encontro com pré-candidato Bernie Sanders, também democrata, presidente americano anuncia oficialmente que endossará campanha de Hillary. “Nunca houve alguém tão qualificado para ocupar o cargo”, diz.

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, declarou oficialmente nesta quinta-feira (09/06) que apoiará a campanha de Hillary Clinton na corrida presidencial americana. Tudo indica que a democrata disputará a eleição no início de Novembro com o republicano Donald Trump.

“Milhões de americanos expressaram suas opiniões nos últimos meses, hoje vou fazer isso também”, diz Obama em vídeo publicado nesta quinta-feira no site da campanha de Hillary.

“Eu sei o quão difícil este trabalho pode ser, por isso eu sei que Hillary será muito boa nisso. Acho que jamais houve alguém tão qualificado para ocupar este cargo”, completa. “Estou com ela, estou animado e mal posso esperar para sair por aí e fazer campanha por Hillary.”

Segundo comité da pré-candidata, que é ex-primeira dama, ex-senadora e ex-secretária de Estado, Obama participará de um comício ao lado de Hillary em Wisconsin na próxima quarta-feira.

O presidente americano vinha se mostrando relutante em declarar seu apoio até que as nomeações dos partidos fossem definidas. Josh Earnest, porta-voz da Casa Branca, recusou-se repetidamente a responder perguntas sobre quando Obama viria a público para se posicionar sobre seu sucessor.

Nesta semana, porém, Hillary alcançou o número mínimo de delegados para assegurar sua nomeação pelo Partido Democrata, que só deve ser confirmada em Julho, durante a convenção da legenda. O magnata Donald Trump, do Partido Republicano, alcançou os votos necessários no mês passado.

Hillary afirmou nesta quinta-feira que o apoio de Obama, que foi seu rival pela candidatura do Partido Democrata nas primárias de 2008, “significa muito” para ela.

“É um absoluto prazer e uma honra que o presidente Obama e eu, depois de tantos anos, tenhamos deixado de ser concorrentes ferozes para ser verdadeiros amigos”, declarou a democrata.

Encontro com Sanders

Mais cedo nesta quinta-feira, Obama teve uma reunião com o também pré-candidato democrata Bernie Sanders, que matematicamente já não tem chances de ser nomeado candidato pelo partido. O presidente exaltou Sanders por ter trazido paixão e apoiantes à legenda durante a campanha.

Sanders não chegou a endossar a campanha de Hillary, mas disse que se encontrará com a companheira de partido nos próximos dias. “Vou fazer tudo que estiver sob meu poder e trabalhar duro para garantir que Donald Trump não se torne presidente dos EUA”, afirmou. (DW)

EK/dpa/rtr

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA