O eterno debate: é melhor guardar os ovos dentro ou fora da frigorífico?

Embora haja um risco muito baixo de ovos serem infectados com salmonela, alguns especialistas recomendam mantê-los na geladeira (Foto: Rex Features)

Há uma grande controvérsia sobre o melhor lugar para armazenar os ovos, que certamente não é uma cesta. De um lado, temos aqueles que preferem guardar os ovos no frigorífico; do outro temos aqueles que preferem armazená-los em temperatura ambiente. Cada um pensa que está certo e o outro está errado.

Anos atrás, a maioria dos alimentos, incluindo os ovos, eram mantidos em uma despensa. No entanto, nos dias de hoje, cada vez mais pessoas preferem guardá-los no frigorífico, embora uma pesquisa recente tenha revelado que os britânicos e europeus preferem não refrigerá-los.

Mas por que muitas pessoas acham que os ovos, mantidos por tantos anos em despensas pelo mundo, devem ficar no frigorífico daqui em diante?

Alguns especialistas argumentam que os ovos devem ser mantidos no frigorífico para evitar intoxicação alimentar por salmonela. Na verdade, o Serviço Britânico de Informação considera que o frigorífico é o único lugar onde a comida é mantida fresca, dada às mudanças de temperatura. Portanto, eles recomendam refrigerar os ovos em sacos plásticos.

Faz anos que se debate sobre onde é melhor guardar os ovos.

Linda Nicolaides, microbióloga e especialista em Segurança Alimentar e Gestão de Qualidade, explica a relação entre os ovos e o risco de que ocorra uma infecção por salmonela.

“O risco de um ovo ser infectado com a Salmonella Enteritidis Fago tipo 4 é muito baixo. Se isso ocorrer, algumas células bacterianas podem infectar a clara dos ovos, ou seja, a albumina. Em ovos frescos, a albumina é viscosa demais para permitir que a salmonela a infecte. Quando um ovo fica exposto à humidade do ar, a albumina é diluída. No entanto, leva até três semanas para que ela se liquidifique o suficiente para permitir que salmonela passe da albumina para a gema, onde poderá se alimentar e se reproduzir”.

“O governo recomenda manter os ovos no frigorífico”, acrescentou Linda. “Mesmo assim, se consumidos antes de três semanas, eles certamente estarão livres da salmonela”.

No entanto, nem todos os especialistas compartilham desta opinião. O doutor Martin Goldberg, professor de microbiologia da Nottingham Trent University, assegura que guardar os ovos no frigorífico não influencia no risco de infecção por salmonela. “Não há necessidade alguma de guardar os ovos na geladeira, pois a casca e as membranas actuam como uma barreira protectora contra bactérias. Quando um ovo acaba infectado pela salmonela é porque a infecção ocorreu durante sua formação, nos ovidutos da galinha”, explica ele.

Alguns mestres da culinária também recomendam manter os ovos fora do frigorífico.

“Não é necessário refrigerar os ovos”, diz Craig Mather, chefe de cozinha da Empire Room, em Ramsgate, pequena cidade do litoral na Inglaterra, cujos ovos de pato cozidos com enguia defumada crocante foram considerados o “Prato do Ano” pelo crítico de gastronomia Jay Rayner. (YAHOO)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA