Martin Schulz: “Sou contra sanções a Portugal”

(Bruno Simão)

O presidente do Parlamento Europeu, Martin Schulz, fez questão de abordar uma das questões do momento e que passa com a possibilidade de a Comissão Europeia aplicar sanções a Portugal por défice excessivo. O socialista alemão (membro do SPD), lembrando “que aqueles que me conhecem sabem que às vezes falo demais”, quis afirmar de forma desassombrada que “sou contra as sanções a Portugal”.

Esta é uma posição “muito simples”, garantiu Schulz que disse saber que “o Governo português está a negociar com a Comissão Europeia, internamente no país, e tenho a certeza de que haverá uma solução construtiva”. Este dirigente europeu defendeu que “o sacrifício feito pelos portugueses” merece “a compreensão” das instâncias europeias porque aquilo que é necessário é “mais justiça social para Portugal e para a Europa”. (Jornal de Negocios)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA