Libra esterlina sofre maior queda desde 1985

(DW)

Britânicos decidem pela saída do Reino Unido da União Europeia. Resultados parciais do referendo causa oscilações no mercado de valores e desvaloriza moeda britânica em cerca de 7%, maior queda num único dia.

A libra esterlina caiu em colapso para o seu valor mais baixo desde 1985, em reacção aos resultados parciais do referendo no Reino Unido, que definiu a sua saída da União Europeia, nesta sexta-feira (24/06).

A moeda britânica caiu para 1.3466 dólares (começou o dia de votação com o valor de cerca de 1,50 dólares), o seu valor mais baixo em três décadas, de acordo com dados da Bloomberg. Os mercados asiáticos também sofreram fortes oscilações devido aos resultados referentes ao referendo.

As sondagens tinham colocado os dois campos numa disputa bastante acirrada, mas os mercados mundiais tinham chegado a um consenso geral, na última semana, de que o Bremain (permanência na União Europeia) venceria.

No entanto, uma série de vitórias dos favoráveis pelo Brexit em vários distritos eleitorais começaram a gerar instabilidade. O dólar americano também caiu abaixo dos 100 ienes pela primeira vez desde Novembro de 2013, devido à elevada procura da moeda japonesa, considerada uma divisa de refúgio. O dólar chegou a valer 99,03 ienes.

Por seu lado, o euro chegou a cair até aos 115,46 ienes, o nível mais baixo em três anos e meio, ainda que pouco depois a queda tenha desacelerado.

A força do iene, muito prejudicial às empresas exportadoras japonesas, pesou sobre a bolsa de Tóquio, que caiu mais de 3% em meio da sessão, marcada pelas divulgações dos resultados britânicos no referendo do Brexit. (DW)

PV/lusa/ots

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA