Huambo: Preços das casas são fixados de acordo com os custos – Ministra

Huambo: Ministra do Urbanismo e Habitação, Branca do Espirito Santo (Foto: Valentino Yequenha)

A ministra do Urbanismo e Habitação, Branca do Espírito Santo, afirmou quinta-feira (16), na cidade do Huambo, que o preço da comercialização de moradias nas centralidades estão a ser definidos de acordo com os custos de construção.

A governante, que falava no final da sua visita de trabalho ao planalto central, onde se inteirou do processo de comercialização das casas da centralidade do Lossambo, arredores da cidade do Huambo, disse que os preços são igualmente fixados com base na proporcionalidade do poder de compra da população.

Por outro lado, assegurou que é propósito do governo angolano prosseguir com a elaboração e execução de projectos habitacionais em todo o território do país.

Nesta perspectiva, frisou que programa prevê a construção de centralidades em outras províncias, a conclusão dos 200 fogos em todos os municípios e a construção de mais casas de baixa renda, para se melhorar as condições de habitabilidade de acordo com a condição financeira de cada cidadão.

Branca do Espírito Santo apontou algumas dificuldades de ordem financeira decorrentes da situação económica que o país está a viver, factor que tem abrandado o normal andamento das obras em curso, tendo ainda assim, afirmado que o governo esta a envidar esforços para concretizar o sonho dos cidadãos de ter casa própria.

A titular do Urbanismo e Habitação explicou também estarem acautelados os 30 porcento de moradias em todos os projectos habitacionais a serem cedidos a juventude, de acordo com as recomendações saídas no último fórum nacional de auscultação daquela franja social.

A responsável mostrou-se, na ocasião, satisfeita com a qualidade das obras das centralidades do Lossambo e Caála, pelo facto de integrarem serviços sociais de apoio como infraestruturas de educação, saúde, energia e água, entre outros. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA