Huambo: Festival nacional da canção religiosa reúne 30 grupos

Show da música Gospel (Foto: Angop)

Trinta grupos musicais participam desde sábado, na cidade do Huambo, no primeiro Festival Nacional da Canção Religiosa, em alusão ao 42º aniversário da Sociedade Media Joyce da Igreja Evangélica Congregacional em Angola (IECA), a assinalar-se em Novembro próximo.

Trata-se dos grupos sinodais do Huambo, Benguela, Bié, Cabinda, Cunene, Cuando Cubango, Moxico, Cuanza Sul, Lunda Norte, Zaire, Cuanza Norte, Huíla, Benguela, Namibe, Uige, Malanje e Lunda Sul, que estão a abrilhantar o festival, com término previsto para esse domingo.

Participam igualmente no evento, que decorre sob o lema “Buscai primeiro o Reino de Deus e sua justiça, e todas essas coisas vos serão acrescentadas”, cantores individuais das províncias de Luanda, Benguela, Bié e Huíla, com realce para o pastor Goyoma, as irmãs Chiyaka e os irmãos Saundy.

Ao falar na abertura da actividade, o secretário da IECA no Huambo, Tarciso Pedro Chocombongue, disse que a realização do 1º Festival Nacional da Canção religiosa demonstra a vontade da Sociedade Media Joyce (grupo de casais jovens) em trabalhar para o fortalecimento de um cristianismo de coragem, de compromisso, de luta e não de palavras, visando a construção de uma comunidade sólida em termos de valores culturais e espirituais.

O religioso afirmou que a adoração representa a exposição da alma perante Deus, além ser uma forma de evangelizar e confortar as pessoas que estejam em situações de aflição, promovendo, deste modo, a união, a solidariedade e o amor ao próximo.

O evento, a decorrer no pátio do Sínodo província do Huambo, no bairro Académico (centro da cidade), foi antecedido de uma campanha de doação de sangue à hemoterapia do Hospital Geral do Huambo.

O director-geral da Sociedade Media Joyce da IECA, Amílcar Dumba Veloso Daniel, informou que o festival está igualmente a servir para a recolha de bens diversos, com destaque para produtos alimentares não perecíveis, roupas usadas, detergentes, materiais escolares e de construção, utensílios domésticos, entre outros, para serem entregues na Missão Evangélica do Dôndi e ao Centro de Oncologia. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA