Huambo: Comandos municipais da polícia serão reforçados com mais quadros

Procurador geral-adjunto da República, Adão Adriano (Foto: Valentino Yequenha)

Os órgãos policiais de segurança pública e de investigação criminal dos municípios de todo o país serão reforçados, ainda este ano, com novos quadros, visando a melhoria da manutenção da ordem e tranquilidade pública.

A informação foi prestada, sábado, na sede municipal do Ecunha (Huambo), a 45 quilómetros do interior desta urbe, pelo procurador-geral adjunto da República, Adão Adriano António.

O magistrado, que falava à imprensa, no final da sua visita de trabalho de dois dias ao planalto central, confirmou ser pretensão do Ministério do Interior o enquadramento de novos quadros, para elevar o número de quadros dos seus órgãos nos municípios e comunas.

Sem entrar em detalhes, explicou que a intenção do Ministério Público é motivada pela insuficiência de efectivo policial e especialistas em investigação criminal, enquanto órgãos auxiliares principais da procuradoria e tribunais na administração da justiça.

Para o responsável, a presença de polícias nos municípios e comunas representa a presença da autoridade do Estado, para melhor dirimir os conflitos, com vista a garantir a ordem, a tranquilidade e a segurança.

Debruçou-se igualmente da falta de infra-estruturas para a implementação de procuradorias e tribunais a nível dos municípios, tendo referido que o problema está a ser tratado no âmbito do novo programa de organização e funcionamento dos Tribunais de Jurisdição Comum, aprovado pela lei 02/15 de 02 de Fevereiro. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA