Foi descoberto poço comercial de gás natural

(Foto: D.R.)

A Sonangol e a filial angolana da norte-americana Cobalt CIE declararam o Zalophus-1, perfurado no bloco 21/11, em águas profundas da bacia do Kwanza, como poço comercial de gás, anunciou ontem a companhia angolana num comunicado de imprensa.

O poço Zalophus-1 foi perfurado numa lâmina de água de 1.830 metros e atingiu uma profundidade final de 5.210 metros, onde foi encontrada uma coluna de hidrocarbonetos de 44 metros de espessura na secção do pré-sal, com recursos estimados em 313 milhões de barris ou 2,8 triliões de pés cúbicos de gás, perfazendo um total de 813 milhões de barris de óleo equivalente.
A Sonangol anuncia no comunicado que inicia, brevemente, contactos com o operador da concessão do bloco 20/11 para discussão das opções para o aproveitamento, desenvolvimento e comercialização dos recursos de gás natural e condensados descobertos.
Simultaneamente, a concessionária e o Ministério dos Petróleos, vão trabalhar na definição de legislação e um quadro regulador contratual, tributário e fiscal que permitam o investimento para a confirmação do potencial de exploração de gás natural, indica o documento.
A Sonangol EP é a  concessionária do bloco 20/11, enquanto a Cobalt CIE Limited é a operadora e detém uma participação de 40 por cento, tendo como parceiras  a Sonangol Pesquisa e Produção (P&P),  com 30 por cento, e a BP, com igual participação accionista. (jornaldeangola)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA