Euro 2016: Milik dá primeira vitória de sempre à Polónia

(EURONEWS)

À terceira foi de vez

Depois de seis jogos, divididos entre os europeus de 2008 e 2012 e que resultaram num saldo de três empates e três derrotas, a Polónia estreou-se finalmente a vencer na maior competição do futebol europeu.

O jogo frente à Irlanda do Norte foi de sentido único, prova disso são os 18 remates da Polónia contra apenas dois da equipa britânica. Infelizmente para os polacos, a maior parte foram tiros de pólvora seca.

Robert Lewandowski foi sempre bem guardado pela defensiva norte-irlandesa, o que acabou por abrir espaços para os seus companheiros de equipa. Aproveitou Arkadiusz Milik, que apontou o tento solitário do encontro aos 51 minutos. O atacante do Ajax desferiu um remate colocado à entrada da área após uma assistência de Jakub Błaszczykowski.

A Irlanda do Norte, que se estreava num Campeonato da Europa, não baixou os braços mas mostrou muita luta e pouco futebol e nunca conseguiu verdadeiramente incomodar a equipa polaca.

Croácia vence tranquilamente

A Croácia entrou a vencer no Campeonato da Europa e bem pode agradecer a Luka Modrić. Apesar da equipa croata ter dominado perfeitamente o encontro frente aos turcos e de ter criado várias oportunidades, o médio do Real Madrid foi o único a encontrar o caminho do golo.

Faltavam quatro minutos para o descanso quando Modrić aproveitou uma bola despejada pela defesa turca para rematar de fora da área sem deixar o esférico bater no chão. A bola só parou no fundo das redes de Volkan Babacan, que pareceu ter sido apanhado de surpresa e podia ter feito melhor.

Em desvantagem no marcador, a Turquia tomou conta das operações mas ter mais bola não é sinónimo de superioridade. A equipa turca nunca mostrou capacidade para ultrapassar a linha defensiva adversária. Já os croatas, cada vez que atacavam criavam perigo e fizeram mais que suficiente para conseguir uma vitória mais folgada.
O programa de segunda-feira

(FLICKR)
(FLICKR)
Esta segunda-feira entra em ação a atual detentora do título, Espanha. A equipa de Vicente del Bosque entra em ação logo às 14h (hora de Lisboa) para medir forças com a República Checa em Toulouse. Às 17h entram em campo República da Irlanda e Suécia no Stade de France. O dia fica completo com o apaixonante Bélgica-Itália, às 20h em Lyon. (EURONEWS)

por Bruno Sousa

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA