Erdogan se desculpa com Putin por caça russo derrubado pela aviação turca

(AFP)

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, pediu desculpas a Vladimir Putin pelo caça russo abatido pela Turquia em Novembro de 2015, e pediu para que sejam retomadas as relações entre os dois países, anunciou o Kremlin nesta segunda-feira.

“O dirigente turco expressou suas sinceras condolências à família do piloto russo (cujo avião foi abatido) e se desculpou”, declarou o porta-voz do Kremlin, Dimitri Peskov, mencionando uma mensagem enviada por Erdogan a Putin.

A fonte acrescentou que Erdogan assegurou que gostaria de fazer todo o possível para restabelecer as relações tradicionalmente amistosas entre os dois países.

Posteriormente, o Kremlin difundiu o comunicado citando Erdogan e, segundo o qual, o dirigente turco afirmou que Ancara “jamais teve desejo ou intenção” de abater o avião.

“Uma vez mais, quero expressar minha simpatia e profundas condolências à família do piloto russo morto e peço desculpas”, indica o presidente turco citado no comunicado.

A acção da Turquia contra um caço russo em sua fronteira com a Síria – onde Moscovo realiza uma campanha aérea em apoio a seu aliado Bashar al Assad – desatou uma crise sem precedentes na relação dos dois países.

Ancara assegura que o avião russo voava em seu espaço aéreo e que ignorou as advertências turcas, enquanto a Rússia insiste que o aparelho jamais cruzou a fronteira e chamou o ataque de “provocação planeada”. (AFP)

DEIXE UMA RESPOSTA