Cuanza Norte: Polícia incinera 578 plantas de liamba

Cuanza Norte :Policia destrói diversas quantidades de liamba (Foto: Diniz Simão)

Quinhentas e 78 plantas de liamba, assim como 449 quilogramas desta mesma droga foram incinerados, na sexta-feira, em Ndalatando, Cuanza Norte, pelo Serviço Provincial de Investigação Criminal (SPIC), no quadro das celebrações do 26 de Junho, Dia Mundial da Luta Contra as Drogas, que hoje se comemora.

A informação consta de uma nota da instituição entregue hoje, à Angop, em Ndalatando, adiantando que o “produto” constitui instrumento probatório de vários processos-crime de uso e posse de estupefaciente.

Segundo o documento, de 26 de Junho de 2015 a presente data, deram entrada no departamento de combate ao narcotráfico da SPIC, 117 (+3) casos relacionados com plantação, posse, venda e consumo de liamba, que resultaram em 122 detidos, sendo 113 do sexo masculino e nove do sexo feminino.

Destes processos, 79 estão relacionados com posse de estupefaciente, 15 com o uso e 13 com o cultivo da mesma droga.

A posse do estupefaciente deu lugar a instrução de 42 processos com 41 detidos, enquanto outros 3 detidos foram indiciados de crime por posse e venda do mesmo produto. Três pessoas estão detidas por cultivo dessa droga.

Dos processos em causa, 30 foram julgados sumariamente, 83 conclusos para julgamento e remetidos aos órgãos competentes, enquanto outros nove estão ainda em fase de instrução.

A polícia descobriu ainda 12 campos agrícolas com 621 plantas de liamba disfarçadas no meio de culturas de cereais.

A nota aconselha os cidadãos a evitar o cultivo, transporte, comercialização e consumo de drogas e a enveredarem por práticas socialmente dignas, como o cultivo de alimentos. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA