China perdoa dívida de 4,5 milhões de dólares a Moçambique

SONY DSC (Wikimedia)

O Governo chinês anunciou nesta segunda-feira, 13, o perdão de uma dívida de 4,5 milhões de euros correspondentes a empréstimos isentos de juros a Moçambique.

“Temos confiança no desenvolvimento económico de Moçambique e a China está disposta a ajudar Moçambique nas áreas económicas e comerciais”, disse o vice-ministro do Comércio da República Popular da China, Zhang Xiangchen, para justificar o protocolo do perdão parcial da dívida assinada em Maputo.

O protocolo decorre do Acordo de Parceria Estratégica assinada em Maio entre Pequim e Maputo durante a visita do Presidente moçambicano à China.

Por sua vez, a vice-ministra dos Negócios Estrangeiros e Cooperação de Moçambique, Nyeleti Mondlane, considerou que perdão parcial da dívida representa “uma valiosa contribuição da República Popular da China aos esforços do Governo na prossecução dos objetivos de desenvolvimento económico e social do país”.

Na mesma cerimónia, os governos moçambicanos e chinês e a Fundação Bill e Melinda Gates assinaram um acordo de parceria para a investigação na área agrária, visando dotar o país de tecnologia adequada à promoção da segurança alimentar no país. (VOA)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA