Angola continua a prestar homenagem a Bangão

Bangão, músico angolano (VOA)

No Bairro Sambizanga, no Espaço Cultural e Recreativo ERME, foram lançadas as bases para a criação do Clube dos Amigos e Seguidores de Bangão.

Angola continua a render homenagem ao músico Bangão falecido há 1 ano (17 de Maio de 2015) na África do Sul. A União dos Escritores Angolanos (UEA), realizou a “Maka à Quarta-Feira” e a temática foi o percurso musical do artista falecido.

No Bairro Sambizanga, no Espaço Cultural e Recreativo ERME, foram lançadas as bases para a criação do Clube dos Amigos e Seguidores de Bangão.

O músico Dom Caetano foi convidado a dissertar na UEA sobre a vida e obra de Bangão, realçou que o malogrado foi um dos poucos músicos que obteve sucessos consecutivos durante 10 anos, destacando no seu repertório a língua nacional kimbundu e o género semba. “ Se revirmos as obras de Bangão, vamos encontrar um dado que é original, a forma de colocar a voz, de interpretar as canções em kimbundu, de situar-se em palco, são questões que muito trabalhava”.

Um concurso musical visando preservar as línguas nacionais e o legado de Bangão, será realizado em Setembro do ano em curso pelo Clube de Amigos e Seguidores de Bangão. De acordo com o guitarrista Quintino, com esta actividade pretende-se incentivar a juventude a interpretar músicas em línguas nacionais. “ Vamos lançar o primeiro concurso para interpretar Bangão, de modo a preservar a nossa identidade cultural e fazer com que as suas músicas atravessem gerações”. Realçou o guitarrista e então director artístico do músico. (VOA)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA