Alemanha acolhe reunião de pós Brexit

Matteo Renzi, Angela Merkel e François Hollande (aqui em 2014) deviam preparar o Conselho europeu (AFP FOTO/STEFAN ROUSSEAU/POOL)

Angela Merkel, chefe do governo da Alemanha, deseja que as negociações sobre a saída da Grão Bretanha da União Europeia comecem o mais rapidamente possível e decorram sem rancor.
A mensagem foi proferida, em Berlim, antes da reunião de Merkel com o presidente de França, François Holande, e com o primeiro-ministro italiano, Matteo Renzi.

Os três líderes debatem na capital alemã, a resposta a dar ao processo de saída do Reino Unido da UE e as medidas necessárias para reforçar e reformar a União Europeia, depois do “choque” da decisão dos britânicos.

Recorde-se que a chanceler alemã e o presidente francês já falaram no domingo, tendo chegado a um “acordo completo” sobre como lidar com o resultado do referendo britânico.

O acordo foi firmado durante uma conversa pelo telefone entre os dois líderes e não foram fornecidos mais pormenores.

A primeira prioridade é acalmar os mercados, que têm vivido dias turbulentos, desde que os britânicos votaram contra a permanência na União Europeia. A segunda prioridade é evitar um efeito dominó ou seja: de contágio a outros países membros da União, que porventura também estejam a pensar em realizar referendos. (RFI)

em colaboração com António Cascais, em Berlim.

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA