Aeroporto de Cabinda vai servir de alternativa ao 4 de Fevereiro

Manuel Ceita, PCA da ENANA (Foto: Angop)

A modernização do aeroporto Maria Mambo Café, em Cabinda, vai torná-lo numa alternativa ao aeroporto Internacional 4 de Fevereiro, afirmou, hoje (quinta-feira), nesta cidade, o presidente do conselho de administração da Empresa Nacional de Navegação Aérea (ENANA), Manuel Ceita.

O PCA da ENANA, que se encontra desde as primeiras horas de hoje em Cabinda, fez essa afirmação durante a audiência concedida pela governadora de Cabinda, Aldina da Lomba Catembo, que antecedeu a apresentação do projecto de modernização e ampliação do aeroporto local.

Sublinhou que o aeroporto de Cabinda vai contar com as mesmas especificações, características físicas e capacidade, resistência do pavimento, capacidade do próprio terminal em albergar um número de passageiros no universo de mais de 300 pessoas, o que equivale uma hora de pico de 900 passageiros.

“As obras arrancam brevemente no mesmo local e vai ser um projecto de ampliação e modernização onde muita coisa terá de sair”, assegurou.

Indicou ainda que, Cabinda há muito tempo poderia sentir um aeroporto dessa dimensão porque é a segunda cidade do país cujo tráfego exige um aeroporto de grande vulto. “Antes não foi possível houve muitos constrangimentos, o importante é que estamos aqui para fazer a pré-apresentação de um projecto que dentro dos próximos meses a população de Cabinda vai perceber e orgulhar-se da grandiosa obra”, frisou. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA