Trump contra tudo e contra todos

(EURONEWS)

Sozinho nas primárias republicanas, depois da desistência de Ted Cruz e John Kasich, Donald Trump mostra-se cada vez mais confiante ainda que no seu partido as vozes que querem calá-lo sejam muitas.

A campanha divide de tal modo os conservadores que até o Presidente da Câmara dos Representantes, Paul Ryan, se recusa, para já, a apoiá-lo.

Alheio às controvérsias o magnata do imobiliário vai-se mostrando espirituoso:

“Eu gostava que as primárias não tivessem acabado. Assim não tem piada. Quero que as primárias continuem mas estão todos fora. Só sobro eu. Mas não faz mal, certo?” – Perguntou Trump a uma plateia entusiasta.

E nem os antigos presidentes Bush, pai e filho, parecem estar pelos ajustes e recusam-se a apoiar Donald Trump. Acresce dizer que nas últimas cinco presidenciais apoiaram todos os candidatos republicanos.

E se, entre os conservadores há quem queime o seu cartão de voto, há também quem diga que vai resistir a Trump até ao fim e votar Hillary Clinton se necessário for, para alguns ela é mesmo mais conservadora que Donald Trump.

Resta saber se Clinton bate Sanders nas primárias entre os Democratas. (EURONEWS)

por Nara Madeira

DEIXE UMA RESPOSTA