Sul-coreana leva Man Booker Prize de melhor romance traduzido ao inglês

A escritora sul-coreana Han Kang (D) e sua tradutora Deborah Smith, em Londres, no dia 15 de maio de 2016 (afp_tickers)

A escritora sul-coreana Han Kang ganhou nesta segunda-feira o Man Booker International Prize de melhor romance traduzido ao inglês por “The Vegetarian” e dividirá as 50.000 libras do prémio (72.000 dólares) com sua tradutora.

Han Kang, de 45 anos, uma escritora de sucesso na Coreia do Sul, disse à AFP se sentir “honrada” pelo prémio. “A obra apresenta uma protagonista que quer se tornar uma planta e deixar a raça humana para salvar a si mesma da parte obscura da natureza humana”, explicou.

O romance, eleito por um júri de cinco pessoas, superou obras como “História da menina perdida”, da italiana Elena Ferrante, e “Uma sensação estranha”, do turco Orhan Pamuk.

Pela primeira vez na história deste prémio, o dinheiro também será repartida com a tradutora do livro, Deborah Smith, de 28 anos, que tinha aprendido coreano só três anos antes de começar a traduzir o romance. (AFP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA